Como é Feita uma Abdominoplastia?

Como é feita uma abdominoplastia?

Saiba mais sobre a cirurgia de abdômen que pode transformar o seu corpo e melhorar a autoestima!

abdominoplastia - Dr. Ícaro Samuel - Cirurgião Plástico

A abdominoplastia é uma cirurgia plástica usada para retirar o excesso de tecido (pele e gordura) acumulado abaixo do umbigo, ajudando a diminuir a flacidez da barriga, deixando a barriga lisa e dura. Através do procedimento a gordura é queimada e os músculos costurados, além disso, dá para remover estrias e cicatrizes.

A técnica pode ser feita tanto em mulheres como em homens, é indicada para quem perdeu muito peso ou após uma gravidez, e ficou com a região da barriga muito flácida.

No caso de pacientes que apresentam flacidez e excesso de pele associado a gordura localizada no abdômen pode fazer uma lipoaspiração para retirar a gordura, e a abdominoplastia para corrigir a flacidez e excesso de pele.

Abdominoplastia: como funciona

abdominoplastia - Dr. Ícaro Samuel - Cirurgião Plástico

O procedimento de abdominoplastia pode ser feito isoladamente, mas geralmente é associado à lipoaspiração, para obter melhores resultados e um melhor contorno corporal.

A técnica não deve ser considerada como tratamento de obesidade, ou para excluir dietas e exercícios físicos. A abdominoplastia não é recomendada nos casos em que sejam previstos gestações futuras.

Depois de uma avaliação médica é possível saber quais tipos de abdominoplastia é a mais indicada. Uma das opções é a mini abdominoplastia, uma cirurgia de porte menor e que retira acúmulos de gordura e pele apenas na parte inferior da barriga, deixando uma cicatriz menor do que na abdominoplastia normal. Porém, não resolve o problema de quem tem excesso de pele acima do umbigo ou uma diástase que não seja muito pequena.

A maioria das cirurgias para correção do abdômen costuma durar uma média de 2 a 5 horas. Para iniciar a cirurgia a área tratada deve ser limpa e as linhas de incisão devem ser desenhadas. Para procedimentos complexos, que envolvem remoção de grandes quantidades de tecido, ou a associação de outros procedimentos, usa-se anestesia geral.
Quando se trata de um procedimento mais simples, será necessário apenas uma anestesia local e sedação, que auxiliam no conforto e relaxamento do paciente.

O procedimento é realizado da seguinte forma:

É feito um corte horizontal na região logo acima dos pelos pubianos que se estende até próximo dos quadris, levemente curvada para cima. A extensão desse corte e a forma variam conforme a quantidade de pele a ser retirada. Uma marcação em elipse é feita na hora da realização da primeira incisão da parte inferior. De acordo com a elipse marcada é que se faz a retirada da pele.
O segundo corte é feito na vertical, finalizando ao redor do umbigo, por onde os excessos de pele da parte superior do abdômen são separados das partes profundas. É realizado um descolamento subcutâneo expondo os bordos da musculatura do reto abdominal.

Nesse momento os músculos abdominais são suturados para que se tornem mais rígidos, o que irá proporcionar uma barriga mais plano e uma cintura mais definida. A pele em excesso é esticada para baixo para que seja removida e é feito um orifício para reposicionar o umbigo em sua posição de origem.

Após a cirurgia, são colocados drenos de aspiração no abdômen, para evitar o acúmulo de líquidos na região abdominal. Esses drenos serão inseridos na parte inferior da barriga, próximo ao púbis, permitindo que a cicatriz seja disfarçada entre os pelos pubianos, mas nem sempre é necessário.

eBook Dr. Ícaro Samuel Cirurgião Plástico

Pré-operatório da abdominoplastia

Nos dias anteriores à cirurgia devem ser realizados todos os exames laboratoriais prescritos pelo médico, deve ser suspenso o uso de medicamentos anticoagulantes, como o ácido acetilsalicílico, e cigarro e bebidas alcoólicas, evitados. Sobre o uso de remédios, é fundamental informar ao médico, todos os medicamentos que estão sendo utilizados e qual o período de uso de cada um.
Deve ser realizado jejum absoluto de sólidos e líquidos nas oito horas que antecedem o procedimento. Em caso de gripe ou mal estar, o médico deve ser avisado.

Recuperação

A recuperação da abdominoplastia demora em média 2 meses, e requer do paciente alguns cuidados, principalmente com a postura, sendo recomendado não fazer esforços durante esse período e usar uma faixa abdominal.

Podem surgir dores no abdômen e hematomas principalmente nas primeiras 48 horas, isso é considerado comum após a cirurgia e passa em algumas semanas, em alguns pacientes é preciso deixar o dreno para evitar acumular líquidos no abdômen. Tendo sempre o acompanhamento médico.

Fale com o Doutor

Conheça a clínica Dr. Ícaro Samuel. Caso ainda tenha alguma dúvida sobre Abdominoplastia, e sobre como é realizado o procedimento, não tenha receio de perguntar.

Tire dúvidas também sobre “Rinoplastia” no próximo artigo.

Se você tiver gostado do texto “Como é feita uma abdominoplastia?”,  compartilhe nas suas redes sociais!